quarta-feira, 27 de abril de 2016

Vieste a Abrantes só pela parte da manhã?


A ida a Abrantes já estava combinada há meses. Dia 23 de Abril, um encontro de dia inteiro com almoço. A possibilidade de ver a exposição de cadernos de viagens. Desenhar por Abrantes, comer tigeladas e rever uma cidade aonde não ia há mais de 15 anos. Curiosamente a última vez que lá estive, dormi num sleeping bag. Era Guia de Portugal e o acampamento de Natal, no Sardoal, contemplava um ‘raid’ até Abrantes. A maior molha de sempre. A Santa Casa da Misericórdia de Abrantes secou-nos as roupas e deu-nos o jantar. Dormimos na sede dos escuteiros, precisamente, nos nossos sleeping bags. Priceless!
Este fim de semana, os eventos paralelos aos desenhos apenas deixaram livre a manhã de sábado.  “Vieste a Abrantes só pela parte da manhã?”. Sim. Urban Sketchers Portugal Forever <3

4 comentários:

  1. São os eventos paralelos que nos fazem pensar na definição do termo... Eventos que não se cruzam? Cruzam pois, e fazem toda a diferença! Priceless sleeping bag... Congrats!!!

    ResponderEliminar
  2. Gosto destes registos, acompanhados das suas histórias e memórias.

    ResponderEliminar